sexta-feira, 10 de novembro de 2017

A vida luxuosa dos trabalhadores da NAV no Panteão Nacional



A empresa pública NAV – Navegação Aérea de Portugal dá o exemplo de que a austeridade é coisa do passado. O jantar de gala dos trabalhares custou, por pessoa, 38 euros. Aqui ficam alguns pormenores da grande festa em que só os jantares custaram 17.600 euros. 

- decorreu no Panteão Nacional; 
- incluía welcome drink; 
- ementa composta por entrada, prato de peixe, prato de carne, sobremesas; 
- bebidas: vinho branco, vinho tinto, águas, refrigerantes, digestivos e café; 
- serviço de bengaleiro; 
- música ambiente. 




2 comentários:

  1. Mil vezes VIL quem autorizou semelhante acontecimento no local em causa.

    Quem não se dá ao respeito, NÃO MERECE SER RESPEITADO.

    Fico-lhes muito grato pela publicação desta triste notícia que muito me indignou enquanto português.

    Manuel A.

    ResponderEliminar
  2. Sem querer opinar se foi dinheiro bem ou mal gasto, quero apenas esclarecer que a NAV não recebe qualquer financiamento do Estado.
    Portanto esta despesa de uma Empresa Pública NÃO É Despesa Pública, má ou boa...

    ResponderEliminar